Se você é empreendedora ou tem um negócio, você já deve ter feito essa pergunta: como posso me destacar da minha concorrência?

Isso é algo que digo por experiência própria. Com a atual crise que vivemos parece que milhares de pessoas se tornam designers do dia para noite. Mas será mesmo que todos esses designers são meus concorrentes?

Nem todos temos um negócio super original, nem criamos produtos ou serviços inéditos no mercado. Mas depois de um tempo eu percebi que isso não é realmente essencial.

Vou explicar algumas formas de diferenciar a sua marca da concorrência e o que você pode começar a fazer hoje.


O QUE VOCÊ NÃO DEVE FAZER 

Começo com a parte negativa primeiro porque é importante eliminar da sua cabeça a saída mais imediatista de todas: abaixar os preços. Se esta é a primeira coisa que vem à mente quando se fala em diferenciação, não faça isso! Existem outras opções que veremos abaixo.

Se você competir por preços, com a intenção de eliminar a concorrência, você acaba perdendo. Primeiro, porque ser o mais barato só vai durar até que alguém ofereça um preço mais baixo que o seu. E isso nunca acaba bem.

Segundo, porque, de qualquer maneira, você continuará a encontrar pessoas que irão questionar seus preços. Você sabe porque? Porque você mesmo está tirando o valor do que vende ao invés de destacar suas vantagens e benefícios.

Sempre é bom lembrar que preço é diferente do valor. Podemos concluir que preço se refere ao dinheiro que damos por algo, ao seu custo. Já valor está ligado a percepção de preço, ou seja, a toda qualidade, talento e credibilidade embutida em um serviço ou produto.

A grande verdade por trás disso tudo se resume a uma única palavra: POSICIONAMENTO. Isso mesmo. É como você quer que o seu serviço seja visto pelas pessoas. Então, ouse explorar melhores alternativas!

DESCUBRA O QUE TE DIFERENÇA DOS OUTROS

Sua empresa possui diferenças autênticas que podem fazer com que ela se destaque dos demais. Você só precisa descobrir o que a torna única e como isso beneficia seu cliente.

Se você não consegue se diferenciar pelo que faz, talvez seja como você faz. Você pode não ter um produto ou serviço inovador, mas tente pensar nisso de outra perspectiva. Existe algo que você já está fazendo de maneira diferente da maioria? Você pode alterar pequenos detalhes na forma como você faz o que faz?

Pode ser qualquer coisa: a possibilidade de personalizar seu produto, ou o fato de você sempre entregá-lo em menos de 24 horas e envolto em detalhes interessantes, ou de que seu serviço inclui outro presente complementar.

Fique atento e pense com clareza: você já encontrou um diferencial no que você faz ou percebe o valor do seu produto ou serviço? Se ainda não encontrou, ou troque os produtos, serviços, atividade ou mude de perspectiva. É importante sentir e expressar os benefícios que o seu negócio acrescenta às pessoas para diferenciar sua marca da conocrrência.

Por exemplo: “Eu (meus/produtos/serviços/trabalho) ajudo as pessoas a serem mais confiantes, mais bem-sucedidas, mais conscientes e mais alegres em suas vidas.”

DESIGN E ESTÉTICA VISUAL

A excelência na gestão do design pode fazer com que seu produto ou serviço pareça tecnicamente superior ao do seu concorrente (mesmo que sejam parecidos). O bom design mostra como a sua empresa desenvolve seu trabalho com profissionalismo, demonstra a qualidade e a organização que estão por trás do negócio, traz credibilidade e, principalmente, pode fazer o consumidor se apaixonar por sua marca!

Como explica Marcia Auriani do InfoBranding: “Os elos entre design e marca não se limitam ao design gráfico, ao logotipo e ao signo. O design é responsável por estar presente em todos os componentes do valor da marca: promessa, missão, visão, posicionamento, expressão, notoriedade e qualidade. 

Para criar uma identidade visual de marca clara e diferenciada para os consumidores, os atributos da marca e a maneira como são expressos devem estar ligados.”

FOCO EM UM ÚNICO SEGMENTO 

Se você trabalha para um público específico, todos que pertencem a esse grupo sentem que você os entende. Eles saberão que você conhece exatamente os problemas deles e, da sua parte, poderá oferecer serviços muito mais personalizados e diferentes dos outros.

Como exemplo trago o caso da Oficina De La Madre. Sou publicitária e designer como milhares de profissionais por aí. A minha diferença: eu me dirijo a empreendedoras apaixonadas pelo seu projeto profissional de uma forma acolhedora e que também acreditam que mais mulheres produzindo e empreendendo no mercado significa melhorar a sociedade e a economia. 

DÊ UMA PERSONALIDADE ÚNICA AO SEU NEGÓCIO

Aqui vem a parte prática e uma mensagem importante. Você pode construir uma personalidade com a intenção de se diferenciar, mas cuidado para não projetar algo que não existe. A marca tem que estar diretamente ligada a sua essência.

Para isso, recomendo que você busque por autoconhecimento e procure saber quem você é. Aposto que, por esse motivo, a fronteira entre sua própria personalidade e a de seus negócios é muito íntima. Então aproveite isso!

Ninguém mais tem a SUA PERSONALIDADE, nem faz as coisas exatamente como você faz e tampouco tem a sua história e experiência. É mais provável que você conquiste novos clientes sendo você mesmo do que mascarando sua verdadeira personalidade.

E você? Já sabe como diferenciar a sua marca da concorrência? Descobriu o que torna seu negócio único?

Não esqueça de assinar nossa
newsletter

Informe seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Agradecemos o seu interesse :)

Algo deu errado :/

Open chat
1
Ola, que tal? 😊 Posso te ajudar?
Powered by